terça-feira, 2 de março de 2010

Uma economia diferente

Gosto de criar umas coisinhas e também de comprar coisas feitas à mão, acho gostoso comprar algo da pessoa que confeccionou, vem com aquele toque extra e charmoso de ter sido feito por alguém que pensou no produto, no caso de uma bolsa por exemplo. O artesão pensou no modelo, na cor do tecido, nos enfeites, escolheu e confeccionou e está ali para entregá-la em mãos.


É um contraponto aos “tempos modernos” que vivemos (quem ainda não viu o famoso filme do Charlie Chaplin?) onde os produtos são fabricados em série em geral por funcionários mal remunerados e quem sai com o lucro são os donos das empresas, além da produção de objetos completamente impessoais.

Acabei de voltar de São Paulo e fiquei encantada com as feiras de artesanato das coisas mais diversas, comprei coisas muito bacanas, em geral direto do artista que tinha feito. Acredito que uma economia praticada dessa forma personaliza não só o objeto quanto a pessoa que o cria.

6 comentários:

The Bines disse...

Atualmente, as pessoas infelizmente estão mais voltadas para a indústria e acabam esquecendo do artesanal.O que é uma pena!
=D
http://biadsm.blogspot.com/

Mila McRad disse...

Artesanal eh sempre mais gostoso comprar pois foi feito com carinho e todos os detalhes foram pensados,alem do toque humano que falta nos produtos em serie

Vc curte rock? disse...

No captalismo, quando a economia de uma país está bem, poucos ganham. E quando a crise está generalizada, todos perdem.
Viver por conta própria e principalmente do que gosta é sobretudo um grito de liberdade.

vlw

blog da nina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sentimentalidades-Todas disse...

fala queridinhaaaaaaaaaaaaaaaa

feliz dias de ser mulher para vc tb!!!!

(claro, que com uns dias de atraso. coisas de Mônica)
bjs

blog da nina disse...

Preciso fazer uma visita nesta lojinha. Adorei a saia do manequim.
Aguarde-me.
Bjo.